ZSI 475 FTM : Primeira entrevista com um paciente

Vocês lembram que há algumas semanas falamos sobre um paciente com uma faloplastia falhada, e que precisou de duas substituições e a reconstruição da glande?

Eu (Blanche) tive o prazer de entrevistar o paciente do Dr. Daverio (Suíça) para aprender sobre sua história, sua vida diária com uma prótese da ZSI especificamente desenhada para a anatomia dos pacientes FTM, etc.

Tratamos muitas questões que são dúvidas recorrentes dos pacientes interessados ​​em nossas próteses. Espero que muitos de vocês irão encontrar respostas para algumas de suas perguntas.

Um lembrete (você pode encontrar o artigo completo aqui)
Inicialmente, o paciente tinha uma prótese AMS, ela foi removida para colocar uma ZSI 475 FTM de 15 cm. Porém, esta prótese foi muito curta e causou a sensação de uma glande “mole” com excesso de pele. O paciente e o cirurgião conheciam essa possibilidade (e ainda não existia a ZSI 475 FTM de 18 cm). Nesse momento, a prótese de 15 cm parecia a mais adequada.

Alguns meses mais tarde, a prótese foi substituída por uma ZSI 475 FTM de 18 cm, que pode se estender com sucesso em toda a faloplastia. Várias infecções tiveram a ser combatidas: depois de uma semana desde que o dispositivo foi desinflado pela primeira vez e, em seguida, após a primeira relação sexual com penetração (iniciou-se no escroto e se estendeu ao falo). Estas infecções foram tratadas com antibióticos.

Aparência
Ao ter uma prótese de tamanho adequado e depois de criar a glande, o neofalo tem uma aparência bastante satisfatória. Já que a área doadora de pele (antebraço direito) é muito fina, o paciente percebe um pequeno excesso de pele que poderia ser facilmente corrigido pela colocação de uma prótese maior.

Uso
A bomba da ZSI 475 FTM é muito pequena comparada com a bomba do dispositivo AMS. Quando é inserida no escroto, não é deformada. Porém, é preciso apertá-la firmemente e seria melhor se fosse maior. O paciente pode sentir que a faloplastia não é potente o suficiente uma vez que a prótese é insuflada (na verdade, é necessário insuflá-la até sentir um clique, é quando ela atinge o ponto máximo). A bomba é pequena, o botão de deflação é difícil de localizar (ao lado, próximo da coxa). Ao encontrá-lo, a deflação é feita facilmente.

Relações sexuais
A presença da glande é muito agradável e até mesmo permite a penetração sem inflar a prótese. O paciente não teve uma metoidoplastia e foi o Dr. Daverio quem realizou a faloplastia em uma única etapa. A maioria das sensações ocorrem na glande. O casal está muito feliz, segundo o paciente, com esta nova prótese e com as sensações durante o sexo.

Avaliação pós-operatória
Depois de três meses da cirurgia, o paciente se sente feliz, as (freqüentes) infecções pós-operatórias puderam ser controladas e reabsorvidas, e não são uma ameaça para a faloplastia. Graças a que é desenhada especificamente para indivíduos FTM, a prótese ZSI 475 não se move no neofalo porque é perfeitamente fixa (costurada) no osso púbico. O ângulo de ereção, que depende da anatomia, não é tão importante quanto o paciente acha. No entanto, ele é muito satisfeito com este novo dispositivo. Contou para mim que ele apóia a comunidade FTM na Suíça e sempre recomenda os produtos da ZSI, também pela sua disponibilidade e pelo acompanhamento personalizado aos pacientes.

Ficamos muito contentes quando os pacientes estão bem satisfeitos!

Obrigado pelo seu tempo. Parabéns e os melhores desejos no seu futuro casamento!

 

A ZSI é o único fabricante europeu de esfíncteres urinários artificiais e de próteses penianas maleáveis ​​e hidráulicas como soluções para problemas urológicos masculinos (a incontinência), problemas sexuais (a impotência) e a identidade de gênero (próteses para homens trans e mulheres trans).

Related Posts

Leave a comment