Feedback da Paciente – ZSI 100 FTM – Brest

É com prazer que o paciente relatou a sua experiência com a implantação da prótese maleável ZSI 100 FTM no dia 26 de abril de 2017, em Brest.

Ao longo de sua transição FTM, o paciente foi monitoreado por várias equipes médicas. Foi também em Brest que ele fez uma faloplastia com retalho antebraquial com o Dr. Hu em maio de 2015. Pouco depois, teve um problema de desunião na base do neo-pênis, que, após três meses, fechou sem nenhuma intervenção. O cateter urinário, um pouco imcômodo, permaneceu no seu lugar por 31 dias.

Cinco meses depois da faloplastia, apresentou-se uma estenose uretral e uma nova cirurgia foi necessária para recolocar o cateter. Em janeiro de 2016, o paciente colocou uma prótese testicular e injeções de gordura no escroto. Apenas a prótese direita ficou, a prótese da esquerda foi removida depois de várias tentativas para segurá-la no lugar.

Logo, no dia 26 abril de 2017 o paciente foi ao CHU de Brest para receber sua prótese peniana maleável ZSI 100 FTM.

A prótese foi fixada com ancras Mitek, usadas para inserir próteses FTM ZSI pela primeira vez pela equipe do CHU de Bordeaux, liderada pelo professor Vincent Casoli. A área de fixação da prótese provoca uma leve dor, mas o paciente diz que ele tenta não fazer movimentos bruscos e que até tem modificado um pouco a sua maneira de andar e ficar, o que causa uma contração no ânus e uma dor associada. Isso deveria se resolver com a cura, que se espera será completa um mês após a operação.

O paciente tem seleccionado uma prótese ZSI pela sua adaptabilidade às morfologias FTM: as próteses têm um único “tubo”, seja a prótese maleável ou a hidráulica, com uma base para a fixação no púbis, impedindo uma separação dos elementos pela ausência de um corpo cavernoso (no pênis, nos homens biológicos). As próteses têm uma glande pré-formada (e não uma ponta aguda que ameaça com perfurar) ajudando à faloplastia a ter uma aparência mais natural.

Ele preferiu a prótese maleável porque lhe preocupaba ter que ativar uma bomba, especialmente durante o sexo.

O paciente mostra-se muito feliz com o funcionamento da prótese e, embora tenham se passado apenas três semanas, ele já pode experimentar sensações em todo o pênis (3/4 do pênis é sensível), mais intenso do que antes da prótese! Ele também ficou agradavelmente surpreso com a suavidade e flexibilidade da prótese, apesar de uma primeira impressão de rigidez. O pênis deve permanecer posicionado para baixo, mas daquí a pouco, após a cura completa, poderá usá-lo mais natural e confortavelmente. Além disso, não tem nenhum problema urinário, apenas um pouco de efeito “guarda-chuva”, que deverá se regularizar pronto.

Lhe desejamos o melhor na sua recuperação e esperamos ansiosos suas próximas impressões e feedback sobre o uso e conforto da prótese ZSI 100 FTM na sua vida cotidiana! Muito obrigado, Aleks, por compartilhar sua experiência conosco!

 

A ZSI é o único fabricante europeu de esfíncteres urinários artificiais e de próteses penianas maleáveis ​​e hidráulicas como soluções para problemas urológicos masculinos (a incontinência), problemas sexuais (a impotência) e a identidade de gênero (próteses para homens trans e mulheres trans).

Related Posts

Leave a comment