Por quê usar os dispositivos da ZSI com transexuais MTF?

As pessoas MTF nascem com um uma anatomia masculina, mas com o gênero feminino. Para corrigir essa disforia de gênero, muitas pessoas escolhem fazer uma cirurgia reconstrutiva.

A criação da vagina é uma das operações mais solicitadas.

A “neovagina” é uma sorte de “túnel” construído entre o recto, a uretra e a bexiga. A anatomia do homem tem apenas uma pequena aba de tecido no períneo para criar uma vagina. O cirurgião cria uma cavidade de 12 a 18 cm atrás da bexiga, dependendo do tamanho do paciente.

Uma vez que o “túnel” é criado, as paredes internas devem ser revestidas com tecidos ou elas vão fechar como qualquer lesão. A maioria dos cirurgiões utilizam enxertos de pele peniana ou escrotal, assim como o revestimento da uretra. Se o cirurgião deixar a nova vagina como está depois da operação, poderia ocorrer necrose ou poderia se retrair e, após seis meses, fechará completamente. Vira necessário aplicar corretamente o tecido desta neovagina contra as paredes do “túnel” para criar uma “neovascularização”. Esta neovascularização vai “alimentar” o novo órgão. É preciso manter uma boa abertura da neovagina durante a cicatrização para manter o espaço amplo da neovagina.

Um fabricante oferecia um produto feito de silicone. Mais a empresa interrompeu a fabricação do produto e os cirurgiões foram obrigados a utilizar vários objetos “caseiros” (por exemplo, luvas cheias de tecidos), mais ou menos bem adaptados para fomentar a geração dessa neovascularização e manter a amplitude da vagina, para que ela não fechasse naturalmente durante a cicatrização.

A ZSI, desenvolvedora e fabricante de próteses penianas e urinárias, compreendeu a necessidade de um novo produto para as pessoas MTF.

Trata-se de um “expansor”, um balão oblongo em silicone que se enche de ar. Um sistema de válvula é utilizado para encher o expansor mais ou menos dependendo das necessidades e os tipos de corpo.

O expansor da ZSI facilita as cirurgias de vaginoplastia e garante a boa cicatrização das paredes da neovagina se é utilizado como recomendado pelo cirurgião. Mais informações em breve no sítio web www.zsimplants.ch.

 

 

 

A ZSI é o único fabricante europeu de esfíncteres urinários artificiais e de próteses penianas maleáveis ​​e hidráulicas como soluções para problemas urológicos masculinos (a incontinência), problemas sexuais (a impotência) e a identidade de gênero (próteses para homens trans e mulheres trans).